Marketing de guerrilha: o que é e como fazer?

marketing de guerrilha

Quer obter sucesso no seu negócio com estratégias de marketing? Então, faça marketing de guerrilha! Se você ainda não ouviu falar nessa estratégia, chegou ao lugar certo. 

Afinal, o mercado está cada vez mais competitivo e acirrado, e a sua marca precisa atender as expectativas dos consumidores e se adaptar às mudanças para continuar captando o público e potencializando os resultados.

Para isso, inovar é fundamental na atualidade, desde a criação de novos produtos, como gerador de energia, por exemplo, quanto nas suas divulgações.

O ser humano sempre viu a necessidade de se reinventar oportunidades para trazer novas ideias e encontrar soluções criativas. E na hora de fazer um bom marketing, seja produtos, serviços ou mesmo ideias de utilidade pública, isso não é diferente.

A criatividade é determinante para atrair o consumidor e potencializar os seus resultados, e com estratégias diferentes e atraentes, você pode destacar sua empresa no mercado e superar a concorrência.

Quer saber o que é marketing de guerrilha e como fazer no seu negócio? Então, continue lendo e fique por dentro do assunto! Vamos lá?

O que é marketing de guerrilha

Você já se deparou com alguma campanha de determinado produto, como etiquetas personalizadas, em comerciais de tv, ou até mesmo nas redes sociais?

Pois bem! Esses fatores estão relacionados ao marketing tradicional e ao marketing digital. Logo, o marketing de guerrilha é uma ação estratégica para atrair a atenção do público de modo mais “agressivo”.

Para uma campanha de marketing de guerrilha ser bem-sucedida, não é necessário gastar grandes quantias em dinheiro. O mais importante é ter criatividade e energia. 

É por isso que ações desse tipo são feitas muitas vezes em lugares públicos, de grande circulação de pessoas, como shopping centers, parques e praias.

Ou seja, é uma campanha de marketing diferente da tradicional, na divulgação de produtos e serviços. Uma empresa de desengraxante biodegradável, por exemplo, pode usar ambas estratégias. 

É uma técnica infalível para quem deseja repercutir a marca nas redes sociais com comentários de sua publicidade. Afinal, é um tipo de provocação natural ao concorrente e tem uma repercussão positiva.

Apesar de ser conhecido na atualidade por campanhas que viralizaram online, o marketing de guerrilha surgiu antes da internet, nas mídias tradicionais. O conceito foi criado pelo escritor norte-americano Jay Conrad Levinson, que em 1984 publicou o livro Guerrilla Marketing.

Para criar o conceito, o autor se inspirou nas técnicas utilizadas pelo Vietnã do Norte durante a Guerra do Vietnã. Como dispunham de bem menos recursos que o Vietnã do Sul, que tinha os Estados Unidos como aliados, os norte-vietnamitas utilizavam estratégias para combater e atrasar os inimigos.

Com o abandono de canais mais tradicionais, a ideia foi migrando também para o ambiente virtual. Hoje, a garantia de sucesso de uma campanha de marketing de guerrilha é a viralização nas redes sociais.

Como fazer marketing de guerrilha?

Agora que você já sabe o que é marketing de guerrilha e deseja fazer no seu negócio, saiba que é importante ter um bom planejamento para que a estratégia não seja de insucesso. Confira logo abaixo, dicas para você fazer marketing de guerrilha de modo assertivo.

1. Conheça o seu público-alvo

Você sabe para quem a sua marca vende? Tem conhecimentos das necessidades, desejos, preferências, entre outros fatores do seu público?

Isso é muito importante para que a sua estratégia de marketing de guerrilha seja eficiente para gerar impactos nas pessoas interessadas por serviços e produtos da marca.

Embora as ideias sejam criativas e inovadoras, o importante é gerar impacto nos potenciais clientes, pois serão eles que compraram de você!

2. Inovar é a chave de sucesso com o marketing de guerrilha

É importante lembrar que o marketing de guerrilha só trará impactos positivos se a marca for inovadora! 

De nada adianta pensar em fazer uma campanha parecida com a de outra empresa, pensando em ter os mesmos resultados. A originalidade é considerada primordial nessa estratégica, por isso, estude, analise o mercado, compreenda as necessidades do público e crie a sua campanha de guerrilha com sucesso.

Acredite, é possível criar algo do zero e impactar os usuários, gerando uma vantagem positiva e mais clientes no seu negócio.

3. Cuidado com as emoções

O objetivo das táticas de guerrilha é provocar emoções, mas você precisa saber exatamente que tipo de emoções deseja despertar.

Como já dissemos, há sempre espaço para campanhas sérias e, em alguns casos, até chocantes. Mas elas normalmente são feitas assim quando o tema a ser tratado é igualmente sério e urgente.

Se você vai promover um produto, vale a pena apostar em ideias leves e descontraídas, que não causem sensação de choque, raiva ou angústia nas pessoas.

Elas poderiam facilmente associar a sua marca a esses sentimentos ruins e se distanciar dela, em vez de se sentirem atraídos pela ideia proposta.

4. Use a interatividade

Outra dica importante para me auxiliar na criação da campanha dos produtos, é a interatividade.

Sem dúvida, você obtém interesse em fazer aquisição de itens da marca interativa e mais dinâmica. Isso influencia em despertar a curiosidade do público e desejo de comprar na sua empresa. 

5. Atenção na execução

Boa parte das campanhas de marketing que dão errado não falha na fase de planejamento, e sim no momento de executar tudo que foi pensado.

Pensando nisso, depois de ter definido a melhor forma de atrair e impactar seu público de maneira original, pense em cada detalhe do que será preciso para tornar sua ideia um sucesso.

Se tiver decidido contar com a ajuda de um parceiro, não se esqueça de se reunir com ele para dividir as tarefas e resolver como tudo vai funcionar.

Uma boa forma de organizar cada passo da campanha na prática é por fazer um checklist e segui-lo de perto.

Gostou do nosso conteúdo sobre o que é marketing de guerrilha e como fazer? Compartilhe!