O que é comunicação? Entenda o valor da comunicação

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe!

A palavra comunicar tem origem no latim “Communicare”, que significa “unir”. Numa sociedade, o Homem comunica-se com muito mais frequência do que pensamos.

A linguagem, seja falada, física ou por meio de canais, nos permite entender o que está acontecendo ao nosso redor. Por isso, as empresas criam seus próprios métodos de comunicação, a fim de proporcionar a melhor gestão interna e crescer suas operações.

O que exatamente é comunicação?

Ao contrário da crença popular, a comunicação não precisa se limitar a transmitir uma mensagem do remetente ao destinatário. Neste caso, trata-se apenas da transmissão de informações.

A comunicação é mais do que isso, pois é uma interação entre duas pessoas que se comunicam. Trata-se de estabelecer relações com outras pessoas compartilhando informações ou sentimentos por meio do uso da linguagem, ferramentas de comunicação ou tecnologia da informação.

Em uma conversa, todos os participantes são capazes de falar o que pensam. Isso significa que qualquer pessoa pode influenciar outras pessoas voluntariamente ou inconscientemente. 

Para que seja possível o fluxo de energia é fundamental estar atento às reações dos outros, o que requer a capacidade de observação. Na realidade, o método de comunicação varia com base na resposta e feedback.

Quais são os componentes essenciais da comunicação?

Por mais verbal que seja, é importante que a cadeia de comunicação siga sempre um padrão fundamental que consiste em sete elementos que são o contexto e a fonte, a mensagem junto com o canal, as interferências e o receptor e, por fim, o feedback.

O contexto

É o ambiente físico e psicológico onde a comunicação ocorre. Fora. Diferenciamos o contexto espaço-temporal e o social. A primeira é a localização e a duração da troca. O segundo é o normativo, o relacional, bem como o cultural e o público. Esses aspectos impactam muito o método de comunicação.

A fonte ou remetente

Também é conhecido como, apropriadamente, o remetente. Ele é quem cria os dados e determina quais informações serão comunicadas aos demais participantes. Este é então o fundamento no plano de comunicação. Pode ser representado por uma ou mais pessoas.

A mensagem ou a informação

Isso é o que é comunicado aos interlocutores. É um sinal que a fonte transmite aos destinatários. Isso significa que a mensagem pode ser transmitida de forma consciente ou inconsciente e pode incluir palavras, gestos, imagens e outros movimentos.

O canal de comunicação

Este é o meio que é usado para transmitir a mensagem. O meio, ou canal, é o portador de informação ou veículo que conecta o receptor com o transmissor. Isso significa que podem ser palavras gravadas, texto escrito ou gravação, etc. O rádio, o telefone e a televisão são meios de comunicação.

Interferência

A interferência é definida pela presença de coisas ou sons que podem alterar a forma como as pessoas percebem a mensagem. Referimo-nos a ruídos externos que vêm de fora (por exemplo, uma motocicleta passando zunindo). No caso de interferência no interior é resultado do receptor.

O receptor

A pessoa recebe a mensagem e depois tenta interpretá-la e compreender o significado. É com quem a pessoa que envia a informação quer falar. Este é o momento em que a informação é recebida. Também é possível falar de uma pessoa ou de um grupo de pessoas que compartilham interesses semelhantes.

A reação ou resultado

Depois que a mensagem foi enviada ao destinatário, o destinatário reage de maneira semelhante. Esta resposta serve de feedback ao remetente, permitindo-lhe ter a certeza de que a informação foi devidamente divulgada e devidamente compreendida. É isso que diferencia o processo de comunicação da simples transferência de informações.

Quais são os diferentes tipos de comunicação?

As formas de comunicação variam em relação à quantidade de pessoas envolvidas e ao tipo de comunicação que são. Também discutimos os diferentes tipos de comunicação, e existem três níveis:

Comunicação pessoal

A comunicação é feita diretamente entre pelo menos duas pessoas que são o remetente e o destinatário. É a base da disciplina, bem como das relações humanas, pois é essencial para como você vive em uma sociedade. 

É uma estrutura direta. O transmissor transmite uma mensagem através de um canal de comunicação para o receptor que responderá à mensagem. Na ausência desse feedback, a comunicação é interrompida. Por exemplo, conversas telefônicas são comunicações interpessoais.

A comunicação entre as pessoas pode ser realizada de forma direta, ou seja, falar oralmente com as duas pessoas presentes (via telefone ou videoconferência, por exemplo). 

Também pode ser feito por um longo período de tempo por meio de e-mails ou cartas, bem como outros tipos de comunicação.

Comunicação em grupo

Ao contrário da comunicação entre indivíduos, a comunicação em grupo envolve a transmissão de mensagens por uma ou mais pessoas para um grupo-alvo de pessoas.

Os receptores são então identificados de acordo com sua formação cultural e os interesses que possuem. Este método de comunicação foi introduzido pela primeira vez na década de 1950 devido à ascensão da sociedade de consumo.

A publicidade é um exemplo típico. As empresas vendem seus produtos e anunciam seus produtos transmitindo mensagens personalizadas direcionadas a um grupo específico de pessoas. As reuniões executivas também envolvem grupos de comunicação. No entanto, o feedback não é tão rápido quanto nas comunicações interpessoais. Além disso, o receptor pode muitas vezes sentir que não é valorizado.

Comunicação em massa

A comunicação de massa é um método de alcançar o maior número de pessoas possível. Desta forma, um remetente individual (que também pode ser uma organização de indivíduos) comunica mensagens a todos os destinatários, independentemente de estarem cientes ou não. A mensagem é, portanto, pensada para um público amplo, que pode ser total ou parcialmente dependente da influência que são aqueles que compõem os “meios de comunicação de massa” tipicamente compostos por rádio, imprensa e televisão.

O feedback está essencialmente ausente, se não mesmo no âmbito das comunicações de massa. No entanto, a mensagem é rapidamente transmitida para muitos destinatários. Esse tipo de comunicação é totalmente gerenciado pelo remetente e pode ser extremamente rápido em seus efeitos.

O perigo está no risco de perder o conteúdo da mensagem devido à falta de um público-alvo ineficaz. Na realidade, com a comunicação de massa, a informação também é distribuída a um público diversificado com interesses diversos. Nesse sentido, a comunicação de massa é vista como uma semelhança com o conceito de comunicação de proximidade.

Comunicação empresarial: o que é?

A comunicação desempenha um papel importante na gestão dos negócios. Envolve todas as ações que dão imagem e reputação a um negócio. Além disso, esse método pode ser usado para apresentar ao público um produto, um serviço ou um item no contexto de uma mensagem comercial.

No entanto, esta abordagem visa inspirar os colaboradores da empresa a motivá-los, a criar diálogo entre a gestão e os colaboradores, bem como a desenvolver relações duradouras com potenciais clientes e clientes. Em seguida, ela auxilia na gestão dos processos para criar um ambiente propício ao crescimento do negócio.

Além disso, a comunicação corporativa também é implementada pelos recursos humanos com o objetivo de melhorar o ambiente de trabalho e evitar a comunicação em crise.

Comunicação empresarial em várias formas

A comunicação corporativa combina cinco departamentos, começando pela comunicação interna. Esta filial é responsável pela unidade da empresa e pela criação de um ambiente que estimule o crescimento de cada um. Isso aproxima gestores e funcionários.

Comunicação externa Comunicação externa dirigida a pessoas de fora da organização. Estes incluem fornecedores, clientes e parceiros, sem esquecer os investidores.

A comunicação editorial emprega palavras, ou conteúdo escrito, para comunicar informações. Faz uso de diferentes mídias, incluindo placas, sites, fichas de produtos ou até nas redes sociais.

O conceito de evento Comunicação é um método de comunicação construído sobre o conceito de eventos. Hoje, os canais de comunicação, incluindo a mídia, não são suficientes para comercializar o produto ou serviço. Hoje em dia, é fundamental planejar eventos esportivos, culturais, turísticos ou mesmo políticos e ainda mais além, campanhas no marketing digital.

O papel das relações públicas auxilia na promoção de interações entre os diversos atores dentro do negócio, sejam eles internos ou externos. 

O gerente de relações públicas é obrigado a construir um relacionamento de confiança com seu público-alvo. As relações públicas não devem ser mal interpretadas como lobby ou publicidade, pois esta nem sempre resulta na venda de bens ou serviços.

A comunicação corporativa é todas as formas de comunicação que uma organização utiliza para transmitir e trocar mensagens com os públicos envolvidos em seu desenvolvimento. 

Ele pode ser usado para promover a oferta para aumentar as vendas ou aumentar a imagem da marca.

UM DESAFIO CRUCIAL PARA OS NEGÓCIOS

O principal objetivo de uma empresa continua sendo vender seus produtos ou serviços. No entanto, como você vende se ninguém sabe que a oferta existe? É aumentar a fama da empresa e convencer o consumidor a comprar que existe comunicação corporativa.

No entanto, o sucesso de uma campanha de comunicação depende de uma estratégia desenvolvida de acordo com as necessidades e realidades da empresa. Consequentemente, não existe um plano de comunicação típico, é um projeto que faz parte de uma estratégia corporativa global. Além disso, existem várias formas de comunicação nos negócios, cada uma das quais deve transmitir a mesma mensagem e a mesma imagem e permanecer consistente com os objetivos fixados.

A comunicação empresarial é um campo muito amplo, com diferentes subáreas, muitas vezes divididas em duas famílias principais: comunicação interna e comunicação externa.

Comunicação Interna

A comunicação interna, como o próprio nome sugere, é implantada dentro da empresa e destinada a todos os colaboradores. 

As ações relacionadas com esta comunicação tem como objetivo informar os funcionários, ao mesmo tempo em que despertam um forte envolvimento neles. Permitem ainda sensibilizar internamente e criar nos colaboradores um forte sentimento de pertença à empresa, de forma a torná-los os primeiros embaixadores no estrangeiro.

A comunicação interna é uma excelente forma de fidelizar e reter os seus melhores colaboradores, mas também de atrair novos talentos. Cria um ambiente de trabalho amigável e gratificante para todos, que terá o mérito de estimular a coesão social e a eficiência na empresa.

As ferramentas utilizadas para assegurar esta comunicação são, entre outras, as reuniões de informação, o jornal interno, as formações, as sessões de team building, as refeições de fim de ano, etc.

Saiba mais sobre comunicação interna.

A Comunicação Externa

A comunicação externa é um conjunto de práticas e ações que permitem que uma organização transmita ou troque mensagens com seus públicos externos. Tem uma dupla função: dar visibilidade à empresa através da construção de uma identidade única e aumentar as vendas. 

Consumidores, mídia, parceiros ou até acionistas estão entre os alvos da comunicação externa, mas para ser mais eficaz é preciso enviar a mensagem certa para o público certo e no momento certo, tudo alinhado com a estratégia geral da empresa.

A comunicação externa também utiliza diversas ferramentas, incluindo assessoria de imprensa, eventos e relações públicas. Dentre as ferramentas de comunicação externa, encontramos em especial a comunicação institucional (também chamada de “corporativa”), que é voltada para públicos externos. 

Mas tem a particularidade de apenas estar interessado em promover a imagem e os valores de uma empresa. Quando a empresa se comunica para vender seus produtos ou serviços, falamos de comunicação comercial ou de marketing. Estes métodos são principalmente orientados para os consumidores, mas também podem dizer respeito a distribuidores ou influenciadores.

Em todos os casos, as ferramentas que podem ser utilizadas para a comunicação corporativa são:  publicidades, estudos e auditorias, patrocínios, eventos, assessoria de imprensa, etc. Com o advento das novas tecnologias, surgiram novas ferramentas como o Buscas Orgânicas SEO ou as relações com influenciadores nas redes sociais.

 

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe!