Técnicas de SEO: Dicas do SEO que você precisa saber

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe!

técnicas de seo

Nesse conteúdo vamos saber quais são as principais técnicas de SEO, quais as melhores práticas a seguir e como realizar um diagnóstico do seu site com base na nossa experiência.

Este artigo discutirá os principais aspectos da otimização técnica do mecanismo de pesquisa. 

Também compartilhamos 10 dicas práticas que você pode usar imediatamente para aumentar a visibilidade do seu site nos mecanismos de busca. 

Então vamos lá. 

O que é SEO técnico?

O processo de otimização tem aspectos técnicos no site, portanto algumas técnicas e dicas farão com que seu site tenha bons resultados nos buscadores. Portanto, pontos técnicos otimizam seu site para torná-lo mais amigável e melhorar a classificação do seu site nos mecanismos de pesquisa.

O SEO técnico significa simplesmente qualquer trabalho de SEO que não inclua conteúdo.

Abaixo listamos alguns exemplos que esse tópico abrange:

  • Sites compatíveis com dispositivos móveis são obrigatórios
  • Criação de sitemaps
  • Indexação e rastreamento
  • Otimização para celular
  • Velocidade de carregamento do site
  • A estrutura e ergonomia do site
  • Segurança do site (certificados SSL)
  • Otimização de imagem
  • Links externos e internos
  • URLs canônicos (conteúdo duplicado)
  • 10 dicas técnicas de SEO
  • Temos 10 técnicas e dicas para te ajudar a melhorar o SEO técnico do seu site e aumentar a sua classificação nos resultados de busca (SERPs).

Algumas técnicas podem ser simples de realizar permitindo aumentar a velocidade de carregamento do seu site. Aumentando a velocidade do seu site permitirá que você melhore os resultados no Google e buscadores.

1. Sites compatíveis com dispositivos móveis são obrigatórios

O truque técnico de SEO mais fundamental é ter um site compatível com dispositivos móveis em 2022.

O Google fez uma grande atualização de algoritmo em 2015 para favorecer sites responsivos e otimizados para dispositivos móveis. Isso é conhecido como Mobile Friendly. 

Muitos sites proeminentes foram penalizados por não adotarem um modelo compatível com dispositivos móveis.

O Google anunciou há quatro anos que os sites de indexação serão mobile-first (indexação Mobile First).

Um site compatível com dispositivos móveis nunca foi tão importante quanto hoje. Esta é a base do SEO técnico.

Existem muitas ferramentas online que podem verificar se o seu site é compatível com dispositivos móveis.

  • Teste de otimização para celular do Google
  • Ferramenta de teste de usabilidade do Bing Mobile
  • GTMetrix
  • O teste de compatibilidade com dispositivos móveis do Google informará se seu site é otimizado para dispositivos móveis.

É muito simples de usar. É tão fácil quanto inserir o URL do seu site ou página.

O Google, como muitas outras ferramentas, fornece os resultados do teste e fornece conselhos sobre como corrigir o problema.

2. Otimize seu sitemap XML

O Google precisa de sitemaps para indexar e encontrar suas páginas da internet.

O Google pode indexar seu site sem que você precise enviar um mapa do site. No entanto, isso ajuda a acelerar a indexação e mostra aos mecanismos de pesquisa toda a estrutura e URLs.

É muito fácil criar um sitemap XML. Você pode criar um sitemap XML se for um usuário do WordPress usando plugins gratuitos do WordPress, como Yoast e Google XML Sitemaps. 

Você também pode gerar seu mapa do site gratuitamente visitando muitos sites.

Depois de criar seu sitemap, envie-o pelo Google Search Console.

Faça login na sua conta do Google Search Console, navegue até sitemaps -> Adicionar novo e clique em “Enviar”.

Após o envio bem-sucedido do seu sitemap, você pode seguir as diretrizes de práticas recomendadas para o sitemap XML:

Você deve garantir que suas páginas não sejam bloqueadas pelo robots.txt (isso não tem nada a ver com o mapa do site XML).

Páginas de alta qualidade devem ser priorizadas no seu sitemap

Use sitemaps XML dinâmicos se você tiver um site grande com mais de 50.000 URLs. Você pode, por exemplo, enviar o feed RSS do seu site como um mapa do site.

3. A velocidade de carregamento do seu site pode ser otimizada

Os motores de busca estão muito preocupados com a velocidade do site. Não cometa este erro. O Google pode penalizar seu site se ele demorar muito para responder às consultas. É um dos fatores de classificação mais importantes do Google.

Isso significa que, mesmo que seu conteúdo esteja excelente, seu site não terá uma classificação mais alta nas SERPs do que um site mais rápido.

Este é um aspecto importante do SEO técnico que você não pode ignorar.

Para testar a velocidade do seu site, você pode usar qualquer uma dessas ferramentas gratuitas:

  • GTMetrix
  • Pingdom
  • Informações do Google Page Speed

Isso pode afetar a experiência do usuário se o seu site demorar muito para carregar. Essas etapas irão acelerar o seu site.

Otimize as imagens do site:

Na maioria das suas postagens, use um formato de imagem compactado, como JPG ou webp. TinyPNG é uma ferramenta que pode comprimir ainda mais imagens.

Permitir o cache do navegador:

Isso permite que você armazene temporariamente os dados nos computadores dos visitantes para que eles não precisem esperar o carregamento toda vez que visitarem seu site.

Permitir compressão:

O Yahoo afirma que habilitar a compactação pode reduzir os arquivos HTML e CSS em 50-70%, o que aumentará drasticamente a velocidade do site.

Reduza os tempos de resposta do servidor:

O Google recomenda manter o tempo de resposta do servidor abaixo de 200 ms. Por isso é indicado escolher um host de alta qualidade.

Use um sistema de entrega de conteúdo (CDN). – Um CDN como Quic CDN e Cloudflare pode aumentar a velocidade do seu site.

4. Realize auditorias técnicas de SEO para corrigir quaisquer erros em seu site

Se você deseja que seu site tenha uma classificação mais alta nas SERPs e mantenha-se no topo, você precisa resolver seus problemas de SEO On-Page.

Como você pode fazer uma auditoria técnica de SEO?

Existem muitas ferramentas disponíveis que ajudarão você a concluir sua auditoria.

SEMrush, Moz e Ahrefs são ótimas ferramentas. No entanto, todos eles têm um custo.

O SEMrush é gratuito, mas limitado. É fácil de usar e amigável. Você pode analisar até 50 páginas gratuitamente com a versão gratuita. Isso pode ser suficiente se você tiver um site pequeno.

Crie um novo projeto para analisar seu site com o SEMrush. Em seguida, selecione as páginas que deseja que sejam analisadas pelo SEMrushBot.

O SEMrush ou qualquer outra ferramenta de SEO rica em recursos analisará seu site e identificará erros, avisos e problemas. Em seguida, serão fornecidas dicas e recomendações técnicas de SEO para corrigir esses erros. Tudo isso para melhorar a saúde técnica do seu site.

Exemplo de painel da SEMrush. A ferramenta também oferece uma variedade de recursos de SEO.

Você também pode combinar extensões do Chrome para SEO, que fornecerão recursos interessantes em sua análise técnica do site.

5. Otimize as conexões de links internos

Um link interno refere-se a um link de hipertexto que liga a outra página do mesmo site.

Embora eles não tenham o mesmo impacto nas classificações de pesquisa como os links externos, os links internos ainda desempenham um papel importante em ajudar os mecanismos de pesquisa a entender a hierarquia de informações do seu site e criar uma arquitetura e site otimizado para SEO.

Qual é a melhor maneira de otimizar os links internos do seu site?

A Moz sugere o uso de palavras-chave descritivas como texto âncora para dar uma indicação das palavras-chave que a página de origem está tentando. Os algoritmos do Google podem ser muito inteligentes hoje para interpretar o conteúdo da página.

6. No texto alternativo da imagem (ALT), inclua suas palavras-chave principais

O Google não consegue ver o conteúdo da imagem. O Google usa metadados (nome do arquivo de imagem, texto alternativo da imagem (ALT) para determinar o conteúdo da imagem).

O código HTML usa texto para descrever a aparência e a funcionalidade das imagens em uma página.

A melhor maneira de usar o texto alternativo é manter o texto descritivo e incluir palavras-chave suficientes que sejam relevantes para o seu site. Para evitar que seu site seja penalizado, você não deve enchê-lo de palavras-chave.

O SEO de imagem vai além de apenas adicionar texto alternativo. A otimização de imagens pode melhorar a experiência do usuário e levar a um melhor desempenho nos mecanismos de pesquisa.

7. Para evitar problemas de conteúdo duplicado, use URLs canônicos

Certifique-se sempre de analisar seu site para remover conteúdo duplicado.

Não é uma boa ideia postar conteúdo em seu site que já tenha sido postado em outros sites.

WordPress, assim como outros CMS, podem criar páginas duplicadas, principalmente se a página for acessada por meio de vários menus.

Várias ferramentas estão disponíveis para ajudá-lo a identificar conteúdo duplicado em seu site.

SEMrush e Ahrefs são duas ferramentas que podem ser usadas para analisar e corrigir problemas de conteúdo duplicado em seu site.

No entanto, o conteúdo duplicado às vezes pode ser difícil de evitar. Use URLs canônicos nesses casos.

Quando você deseja replicar uma postagem de blog em mais de um site, os URLs canônicos são úteis. Esses URLs são especialmente úteis se você tiver centenas de páginas idênticas em seu site de comércio eletrônico.

Fonte: moz.com

Para evitar conteúdo duplicado e penalidades do Google, você pode configurar um URL canônico com as tags rel-canonical. Se você estiver usando o WordPress, as tags rel-canonical podem ser adicionadas através do plugin Yoast.

Vá para Configurações avançadas no Yoast e depois para URL canônico. Insira o URL do artigo original.

8. Instale um certificado SSL em seu site

Em 2014, o Google confirmou que os certificados SSL (HTTPS), agora são um sinal de classificação. Não deixe seu site sem o certificado SSL. A maioria dos hosts inclui um certificado com sua hospedagem.

9. Google Search Console: verifique e corrija erros de rastreamento

Os erros de rastreamento do Google Search Console devem ser verificados regularmente. 

Eles podem causar sérios problemas de SEO que podem afetar o desempenho do seu site e impactar negativamente seus rankings nos mecanismos de busca.

O Google Search Console oferece a capacidade de relatar problemas técnicos em seu site usando uma variedade de funções, incluindo páginas inexistentes (404), links externos e internos com ancoragem, páginas que não são bem vistas pelo robô.

Conclusão das técnicas de SEO

Vamos dar uma olhada em 3 perguntas sobre técnicas de SEO.

Qual é a importância das técnicas no SEO?

Simplificando, essas técnicas de SEO permitem que mecanismos de pesquisa como o Google avaliem a relevância e o valor do seu site. A otimização do seu site aumentará sua classificação nas páginas de resultados dos mecanismos de pesquisa.

O que são técnicas no SEO?

Técnicas no SEO é sobre a arquitetura, rastreamento, indexação e renderização do seu site. Para a maioria dos casos, uma vez configurados corretamente, não há necessidade de se preocupar.

Quais são as verificações técnicas de SEO mais importantes?

Obtenha um certificado SSL para seu site https, certifique-se de que seu site seja compatível com dispositivos móveis e remova problemas de conteúdo duplicado. 

Crie um mapa do site XML. Considere ativar o formato AMP. Integre a marcação de dados estruturados em seu site. 

Envie seu site para o Google Search Console ou Bing Webmaster Tools…

 

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe!